sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Cartago

As ruínas das Termas de Antonin Pius situam-se na Tunísia, no parque arqueológico de Cartago, tendo sido uma das maiores construções do império romano.

Hoje apenas são visíveis os subterrâneos, mas ainda podemos ter uma ideia da grandiosidade desta zona de lazer da antiguidade.

Beijinhos,
Gata Verde

53 comentários:

Teté disse...

As termas como zona de lazer no Império Romano? É, os "rapazes" deviam fazer dieta e beber muita água, eh, eh, eh!

As fotos estão muito boas, como sempre, não se percebe muito bem é se as duas colunas em cima também faziam parte dos subterrâneos ou se foi o que restou da estrutura superior do edifício...

Bom fim de semana, entre miados e latidos! ;)

Sérgio Pontes disse...

A Tunisia deve ser um pais muito bonito!

Beijinhos

Olá!! disse...

Boa escolha Gata Verde...
Beijinhos

Atlantys disse...

Gostei de (re)ver este sítio. E a fantástica vista que se tem sobre o Mediterrâneo das muralhas das ruínas?
Bjks e um excelente fds =)***

Fausto disse...

pela primeira foto eu ia perguntar onde era essa "fábrica"

malukinha d'arroios disse...

gatinha,


mais uma viagem para entrar, para a rota das sete voltas ao mundo,
esta pode ser para última...

excelente fotos

beijos

Andreia do Flautim disse...

Espetacular. Gostava de lá ir!

Pisces Girl disse...

Gatinha: estou a ver que és uma felina bastante viajada... :o)

Um beijinho grande,

Pisces Girl.

O Profeta disse...

Olá Gata, é um pais que pretendo visitar...


Este vento que sopra nos brandais
Leva de arrasto a minha alma
A proa estende-se adiante na vaga
Olhar de garça o meu coração acalma

Ai quem me dera voar no canal
Ai quem me dera ser a tua espera
Ai quem me dera que o amor
Ai! morasse naquela terra



Bom fim de semana


Doce beijo

AllenGirll disse...

Oh Gata Verde! Estamos sempre a aprender contigo... :) Adoro as tuas imagens..não me canso de o dizer! Obrigada por poderes partilha-las connosco!!:) jinhs

Laura disse...

A Tunísia já não conheço, mas a Turkia sim, é lindo ver como era no passado e o que resta dele. Muito passeias gatinharonronante... tens sorte o teu dono deve levar-te com ele para mundos desconhecidos... miau sortalhuda...

Bongop disse...

Colegas meus foram à Tunisia, e disseram maravilhas! Apenas o senão do costume... os pedintes não largam uma pessoa!

alfabeta disse...

Adoro ruínas, por isso gostava de ir a Roma.

Rafeiro Perfumado disse...

Sabiam divertir-se, os romanos... E ainda há quem os chame de loucos!

Vb disse...

Um bom resto de Domingo.

Beijinhos

Sailor Girl disse...

Bom Domingo, Gata Verde!!!

rui disse...

Olá Gatinha Verde

Nunca estive na Tunísia!
Mas pelas fotos dá para ver que tem vestígios de uma civilização rica na arte arquitectónica!
Essas colunas são lindas.

Beijinhos

Fernando disse...

Cartago, disputou com os romanos na antiguidade o controlo do mar mediterrâneo sendo uma das cidades mais importantes quer pela sua importância estratégica, quer pelo seu comércio.

Gostei de passar por aqui, virei mais vezes.

Um beijo á gata, esperando não ser arranhado! ;)
Fernando

Outonodesconhecido disse...

Não conheço a Tunísia. Mas pode ser que aind apor lá passe.
Boa semana

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá Gatinha Verde, as tuas fotos estão expectculares.
Beijinhos de carinho.
Fernandinha

Maria Clarinda disse...

Infelizmente não as comnheço pessoalmente, mas agora através do teu olhar, cinsigo imagin´-las melhor.
Ainda grãozinho...jinhos mil

Laura disse...

Pelos comentários se vê que és sortalhuda mesmo... Aproveita antes que o reumático te tolha e as massas encolham, atira-te pró mundo, so beneficias, aprendes, conheces e passeias, tanta coisa boa...
Beijinho, eua cho que perdi a conta das vezes que viajei e claro que não me posso queixar, até há 7 anos, ainda viajei bastante e a última passeata foi à Turkia...

Maria disse...

Vamos daí todos viajar! Férias por favooooor*

carvoeirita disse...

gosto imenso de conhecer zonas historicas, parece que entramos numa plataforma existencial diferente, em que se respira um ar diferente.
Não tem nada a ver mas perto da minha casa existem dolmens e adoro ir lá e aperceber-me que independentemente das dificuldades nós como povo, como seres, subsistimos ao prespassar do tempo...
O rafeiro vai já dizer que eu só escrevo palavrões nps blogues das outras pessoas...mas ele que se lixe..para ti beijocas!!

Carracinha linda! disse...

Já estive aqui vai fazer 3 anos!!!!

É lindo!!! E muito quente também!

:D

Beijinhos

Sara disse...

Eh pá, árabes... nãããão! ;)

LostinHollywood disse...

Ainda nao tive lá, mas gustava de ir ver as Ruinas.

Beijinhos ^^

Troca Letras disse...

grandes romanos

Marta disse...

Eu adoro estas coisas romanas!

Safira disse...

Haja alguém que me fale da Tunísia sem referir as praias! Não se aguenta a malta que visita sítios históricos e que só fala da areia e do mar!
Boa, Gata Verde!!!
Beijos

Dualidades disse...

Não conheço, mas parece bem giro!

Dualidades JP

AEnima disse...

E eu que já lá tive tantas vezes ainda não tive tempo de ver essas preciosidades, nem pastar nas praias lindas, nem travessias no deserto, nada! Estou com ciúmes teus :) Beijinhos

mjf disse...

Olá gata!
Da Tunisia, tenho muito boas recordações da Ilha de Djerba...
Cartago...ficará para uma proxima oportunidade.

Beijos

Vieira Calado disse...

Espectacular!

Bruno disse...

Lindo, lindíssimo. Ahhh como eu gostava de estar ai. :(

Arqueologia era o meu sonho de criança (talvez por ser da geração do Indiana Jones, não sei), mas infelizmente a vida levou-me para outra área.

Vanadis disse...

Só os subterraneos?? aposto que o asterix e o obelix andaram por lá a dar uns tabefes no pessoal das termas...só pode, só pode. Senão, como explicar que só tenham sobrado os subterraneos??

quintarantino disse...

Belas!

Liz / Falando de tudo! disse...

Eu sou eternamente encantada por viagens e mais viagens, sempre digo ao meu marido, se nos fossemos ricos, eu iria andar pelo mundo todo, registrar tudo em foto, pra ter o prazer na minha velhice de recordar os momentos observando as fotos!
Lindo demais!

Sombras de Fim do Dia disse...

estas fotos transpiram histórias por contar...

mjf disse...

Olá gata!!
Quando quiseres passa lá no meu cantinho...tens um mimo, para levantares

Beijos

Bruno disse...

Isso é que é viajar, mas olha que a tunisia faz parte de um dos meus destinos futuros para ferias. Deve ser fantástico.

Belzebu disse...

A Tunísia é um excelente destino e Cartago, caso não tivesse sido quase totalmente arrasada, seria com certeza uma das 7 maravilhas do mundo!

Aquele abraço infernal!

Hands of Time disse...

Uau deve ser mesmo demais! Já fiquei com vontadinha de viajar novamente!!!

Daniel J Santos disse...

excelente, muito bem...

A.Mello-Alter disse...

A VERDADEIRA IDENTIDADE DE FLORINDINHA
Capítulo I
Zé da Horta e Chica Ranheta já tinham seis filhos, mas aprochegando-se o nascimento do sétimo rebento, havia uma certa borrasca no lar. As seis tentativas anteriores não foram suficientes para realizar o sonho do homem: ser pai de uma menina.
Caseiro na Herdade do Adriano Vesgo, Zé era um tipo casmurro, marcado pela porrada que levou dos quatro irmãos mais velhos, patifes arruaceiros cujo grande divertimento, quando estavam em casa, era cascar no benjamim. Facto que o fazia detestar os filhos machos.
Zé da Horta vivia como um touro prestes a investir. Ao mínimo pretexto, distribuía estalada pela meia-dúzia de catraios ranhosos. Por isso Chica Ranheta nem se espantou quando o marido, com um tom de voz até doce se comparado ao tratamento habitual que dispensava à família, decretou:
- Se for outra “menina de três pernas”, afogo os dois no tanque da horta, sua cadela!
Para sorte da pobre mulher, Zé estava no trabalho quando ela entrou em trabalho de parto. Ao conferir, com a criança ainda nas mãos da comadre que a assistiu, que se tratava de “uma menina com rastilho”, Chica chorou baba e ranho. A comadre Jacinta, a velha parteira, tentou consolá-la com as palavras simples mas sábias de quem estava habituada áqueles cheliqes:
- Dêcha-te disso cachopa. Atão o qu’é que deu agora…, tu sempre foste rija. Pariste outros seis sem te pores pr’aí a berrar. Isso até te fica mal. Limpa-me essas ventas, vá.
- Nã é isso, Ti Jacinta... - interrompeu a mulher, entre lágrimas - o problema é que o meu Zé vai me matar se souber que é outro cachopo…
Ti Jacinta era uma mulher manhosa. Com um sorriso maroto, sugeriu:
- S’é assim, cria o cachopo como se fosse uma menina. O compadre Zéi neim vai pôr reparo...
- A comadre acha que isso pode dar certo? - animou-se Chica Ranheta.
- Atão nã haverá de dar rapariga... Lembras-te daquela moçoila que vivia com o porqueiro da herdade do Tojal? Tinha aqueles pêlos todos porque era homem. Oh filha é o que há mais…
Agarrando-se aquele fio de esperança, a mãe abraçou carinhosamente a criança e encheu-se de ternura.
- E... pode dar certo. Ate que ele parece uma flor, tão lindo...
- Uma flor, linda, filha... - corrigiu Jacinta – Florinda…
- Florinda Ranheta da Horta, Florindinha.

(Conseguirá Chica Ranheta passar a perna ao seu homem? Nem eu sei. Não perca o próximo capítulo, se houver…)

Laura disse...

uau, temos novela nas viagens? pois venha d elá o folhetim semanal..da florindinha da horta...
Beijinhos.

Cöllyßry disse...

Belas imagens,dá vontade de viajar...

Doce meu beijo

Laura disse...

Já agora ando sempre a espreitar a ver se tens novas aventuras, mas, entende-se que não podes postar todos os dias pois as viagens não são cumó milho...têm de ser pagas e não só.. e assim...passeia nina pra mostrares pá gente os lugares lindos que os teus olhos vêem...
Beixinhus

Oliver Pickwick disse...

Delendas est Cartago.
Ainda bem que sobrou alguma coisa, não é amiga Gata Verde?
Beijos!

eumesma disse...

Já estou como a Safira, a Tunisia não só só praias, pelo contrário, tem imensa história. Estive bem pertinho daqui, mas estava tanto calor que não cheguei lá a ir , preferi ir beber chá de menta para Sidi bou Said...:-)

Bjs e bom Carnaval

Sérgio Pontes disse...

Olá Gata Verde,

Quando puderes passa pelo meu blog, tenho lá uma surpresa para ti!

Beijinhos

vsuzano disse...

gostei dos minaretes.... hehehehe

tunisia... bem que gostava de lá ir, mas os euros fogem da minha carteira como o diabo da cruz...

Teresa disse...

Outro sítio que eu adorava visitar. O que me irrita é que estas coisas estejam em países árabes...

Petra é na Jordânia... a maior parte da Grécia antiga mais bem conservada encontra-se na Turquia (ai, as ruínas de Tróia!)... sim, bem, sei que a Turquia não é árabe, mas para mim é como se fosse.

Beijoca.