sábado, 24 de maio de 2008

Poc-ta-tok


Poc-ta-tok é o jogo de bola Maia/Asteca que data de 1400 a.c., em que a bola simbolizava o Sol, a Lua ou as Estrelas e os aros o Nascer-do-sol, o Pôr-do-sol ou os Equinócios.

No final das partidas, o capitão da equipa vencida era muitas vezes decapitado ou o seu coração arrancado num sacríficio de sangue.

Imaginem se fosse hoje...

Beijinhos,
Gata Verde

73 comentários:

salome disse...

Ai,ai nem hoje nem nunca.Bom fim de semana.Abraço aqui dos Açores.Salomé

Fernando Rodrigues disse...

Parabens pelo Blog esta simplesmente fantastico
Voltarei

Fernando Santos (Chana) disse...

Cara amiga, duas belas fotografias...Belo texto !
Beijos

Enfim... disse...

lol hoje era impossivel lol nem imagino sequer eheheh

beijinhos

Bongop disse...

Se fosse hoje... penso que o seguro de vida dos jogadores teria um prémio bastante alto!
ehehe
Gosto das fotos!

Tozé Franco disse...

Se isso fosse assim, hoje, haveria equipas de futebol (lol) que estavam tramadas. Coitdaos dos capitães.
Um abraço.

Bruno disse...

É em Tulum? Se é também já estive ai! :DDDDDDDDDDDDD

Capriccio disse...

Estava toda contente a ver as fotos e a ler a história, e de repente lá se vai o sorriso, decapitar, arrancar o coração!? Que horror!! Nem hoje nem nunca, deveria!
Beijinho :)

Kim disse...

Olá amiguinha!

Já estive neste local e fez-me alguma impressão. Fica em Chichen Itza-México.
Primeiro porque não era só o capitão que era decapitado mas sim toda a equipa.
Depois, porque havia outros sacrificios que se faziam nesta cidadela.
A bola com que jogavam este jogo, apesar de ser de borracha, chegava a pesar vinte quilos e só podia ser jogada com as ancas..
Fiz um filme de duas horas e revejo-o de tempos a tempos.
Beijos vermelhos

Martha Barbosa disse...

Imagine...hoje, seria na verdade bem emgraçado.
Fiz postagem nova, apareça lá, será bem vinda. Um abraço.
marthacorreaonline.blogspot.com

carvoeirita disse...

olha se calhar corriam mais depressa e com mais convicção.
O que mais me enerva é ler manchetes de jornal a dizer que o jogador veio assinar pelo sporting!
Ora se viessem jogar, agora assinar é facil!
Quanto ao momento lá do meu cantinho que definiste como surreal, não é minha amiga, é quotidiano!
beijinhos

Viajante disse...

Espero que a visualização deste blogue esteja bloqueada lá para os lados da Pirâmide do Dragão.

Bom domingo, bjs!

Isis Erzsébeth Báthory disse...

Se fosse, seria algo bastante fofo :)

Clitie disse...

Coitado do meu benfica... já não tinha jogadores!...
As pecinhas que viste são para venda, sim. Tenho também bijoux montadas. Para veres vai a www.oh-sasha.com

Beijinhos e bom domingo

" JOTA ENE ® " disse...

Decapitado? Tou no blog certo?

Claro que sim ... gostei das fotos, com um pouco de história.

Beijinho fotografado

Lu disse...

Que jogo terrível! Se existisse cá no nosso país eram capazes de o manter, por causa da tradição, como fazem com as malditas touradas.

Bj

Vieira Calado disse...

Hoje em dia há presidentes de clubs de bola que, se se distraem, acontece-lhes o mesmo que aos Maias/Astecas...
Quanto à peça, o que tenho é uma foto tirada, não em Faro, mas no Coliseu em Lisboa, com os mesmos artistas... em tournée.
Vou ver se a encontro.
bjs

Nuno de Sousa disse...

Bonitas imagens amiga, boas as cores... em relação ao jogo, poderia ser um belo jogo não faço ideia mas se fosse jogado com amizade... coisa que nessa altura não existia, pois o ser humeno sempre foi assim, hoje também é embora de outras maneiras.
Uma grande bjoca amiga gatinha,
Nuno

jasmimdomeuquintal disse...

se fosse hoje...
boa semana

Vivian disse...

Oi Gatinha!
Interessante a história que nos deixaste, e as imagens. ¡Eu não participaria! Por sorte os tempos mudaram.Muitos beijos, e um lindo domingo.

**Je Vois la Vie en Vert ** disse...

Obrigada Gatinha verde !
Espero voltar cheia de força !
Beijinhos verdinhos

Rocket disse...

muitas vezes? ...sempre! acontecia isso sempre, fazia parte do ritual...

bjinhos

conchita disse...

As fotos estão bonitas, a história é que não é nada bonita!!
Beijos e uma boa semana:)

Nanny disse...

eheheh

Para ver se mereciam o que ganham... quiçá!

(tou a brincar!)

Belas fotos e belas viagens, as always :D

Beijocas gatinha

Hugo Gomes disse...

Gostei muito do enquadramento da primeira fotografia como sempre muito bem documentadas.
Quanto ao jogo grande factor de motivação…
Beijos

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

LIndo, Gata Verde!
Também sou Gata e tenho os olhos verdes.
Convido-a ao meu humilde blog:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Miau para você,
Renata

Rafeiro Perfumado disse...

Até imagino o árbitro a perguntar ao vencido:
"Então, o que vai ser hoje, cabecinha ou coraçãozinho?"

Quase de certeza que a maior parte morria de ataque cardíaco...

aorta disse...

Não haveria jogadores de bola, de certeza. Chiça!!!

Sandra disse...

:))

a bola tinha q passar por akele burakinho q tá na argola q se vê num muro??

eitaaa gajos intrigentes :)))))))))

bejuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus

nb - gatita o raf tem instintos mórbidos, mékaguentas?? lolol

Simplesmente eu... disse...

Gostaria de jogar a isso com algum,as pessoas com quem tenho o (des)prazer de privar no dia-a-dia!
Estou a brincar...
será?
jinhos

Parisiense disse...

Parece que estamos um bocadinho mais civilizados hoje.....mas só um bocadinho!!!!!!!
Gostei mais das fotos do que dessa historia sangrenta......

Beijokitas e boa semaninha.

Andreia do Flautim disse...

Que fixe!

Como é que fotografas tantos lugares?

Cris disse...

Já ouvi falar desse jogo. Uns amigos meus foram ao México e trouxeram de lá histórias interessantíssimas!

Dualidades disse...

Epá, eu vi isso há umas semanas no filme "El Dorado". Eles jogavam um jogo assim com esses aros! :o)

Dualidades JP

Atlantys disse...

Tendo em vista as vezes que o Sporting ganha alguma coisa não haveria grande perigo hihihi

Beijokas e boa semana =)*****

hiltom disse...

Os tempos eram outros. Ainda bem.
boa semana

Safira disse...

Mas os tipos ficavam contentes por morrerem, não te preocupes. Era a honra suprema serem sacrificados à Serpente. O nosso guia explicou-nos a história mas eu andava preocupada com o ângulo e a luz das fotos e já n sei bem o que ele disse,tenho de ir ver aos apontamentos. Sim, eu tiro notas do que dizem os guias... ;)

Maria Clarinda disse...

J� tinha saudades de te ler, hoje vim passar um tempo no teu blog, ler todos os textos que postaste, e est�o lindos. Obrigada pelos momentos maravilhosos que aqui passei e por muita acoisa que aprendi. Jhs.

Teté disse...

Hummm... e mesmo assim eles queriam jogar esse jogo tão sangrento? É que ninguém ganha sempre, né???

Excelentes fotos, para não variar... :)))

Beijocas!

O Profeta disse...

E cá venho eu maravilhar-me pelos teus olhos...


Doce beijo

tulipa disse...

Hoje vim encontrar-me contigo, aqui neste teu belo jardim de sonhos.

Passo em silêncio para deixar um abraço.

AcidoCloridrix disse...

Putz,,, q espectaculo,,, mas fico sempre imprecionado com a violencia, sacrificios humanos e arrepiantes rituais sanguinarios dessas culturas,,,, affffff,,, q coisa hein???? Obrigado pela viagem no tempo,,, beijo, HCL

foryou disse...

A andas um bocado mórbida, kredoooo!!!

Por acaso já estou a imaginar um cão que eu conheço a jogar a isso... ui ui


beijinhosssss

ines disse...

deviam chegar a um ponto já não havia equipas!

mata chefe, next!!!!

Bruno disse...

Miga, por favor vou pedir um favor.
E se puderes cumpre.
NUNCA JOGUES COMIGO....


A serio por favor ......bbbuuuuuuaaaaaa

Stuckinha disse...

E eu que até sou uma pessoa que gosta de jogar Trivial, Party & Company, Gestos, ..., ora aí está um jogo que eu não me atrevo sequer a experimentar. Azarada ao jogo como sou, não vá o diabo tecê-las e a próxima cabeça a rolar ser a minha ...
Beijokas

Daniel J Santos disse...

boas imagens e alguma informação, muito bem.

Blayer disse...

Ao menos era bastante simples determinar o vencedor do campeonato, bastava contar o numero de jogadores vivos.

mjf disse...

Olá!
Uma das vezes que estive no México visitei um " campo de futebol" destes...
A altura destas balizas é altissima...
Devem ter morrido muitos...;=)

Beijocas

Marta disse...

E o Apocalypto já viste? Bom filme, a propósito de arrancar coraçoes

beijinhos

turbolenta disse...

Foge!
Até estou a tremelicar!
boa semana

Liz / Falando de tudo! disse...

ai que esporte mais perigoso este...mas as fotos estao lindas!!
Vim te agradecer a visita no meu cantinho, te desejar um bom restinho de semana, e claro que vim "espreitar" teu blog, pois é sempre agradavel vim aqui!
Um abraço,
Liz

Liz / Falando de tudo! disse...

Tô passando pra conhecer teu cantinho.
deixo um carinho...
Liz

Laura disse...

Poças, inda bem que não somos desse tempo, mas que maneiras brutais estes Povos tinham...
Beijinhos.

Osvaldo disse...

Cara Gata Verde, excelentes fotos e bela e verdadeira reportagem.
Só queria acrescentar que a bola era compacta de borracha, pesava normalmente 3,500gr a 4kg e só poderia ser jogada com as ancas... É verdade que o capitão era sacrificado para que o seu sangue perpectuasse a divindade do Imperador mas nem sempre era o capitão da equipe perdedora, porque a honra era tão grande que o capitão vencedor poderia ser ele a se propor a ser sacrificado o que acontecia muitas vezes.
Um abraço e parabéns pelo excelente blog.

rui disse...

Olá Gatinha verde

Que jogo!
Com essas regras, não me atrevia a participar!
Gostei das fotos!

Beijinho

Elsa de Carvalho disse...

Oi!
Que blog lindo!!!
Parabéns....
As fotos, os textos...está simplesmente lindo!!
Parabéns!

CAP CRÉUS disse...

Se fosse hoje, havia de ser lindo sim!
E olha que se poderia aplicar igualmente à política.
Bjos

Oliver Pickwick disse...

Os Maias, os Astecas, e os Incas, cultivavam o hábito nefasto de arrancar - literalmente, corações em algum tipo de sacrifício.
Mas, a exuberância da sua arte e arquitetura, além da aura de mistério que envolvia estes povos são fascinantes.
Um beijo!

Sorrisos em Alta disse...

Alguns magalas ainda devem andar a pensar em fazer isso ao capitão...
E ao sargento...
E ao coronel...
E ao general...

E a si mesmos, por não terem acabado o 12º ano!

;o)

Beijos

GK disse...

Aí, nunca imaginei ir… Ou antes, também gostava de conhecer essas civilizações, mas não está no meu Top 10.

Quanto à dica da t-shirt azul, vais perceber quando vires as primeiras filas do RIR… O pessoal fã dos Bom Jovi vai levar uma t-shirt semelhante… Uma t-shirt azul… Para mais info podes consultar a página www.bonjovi.web.pt. Bjs.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Gata, gata! Também tenho os olhos verdes, os homens me acham uma gata e possuo garras afiadas, que utilizarei em vc, caso não venha ao meu blog.
Postei sobre o filme Across the Universe.
Vá lá:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo,
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO

Vivian disse...

Oi Gatinha.
Aonde estás? Tudo bem?
Um beijo

Enfim... disse...

Mais um beijinhos e bom fim semana

hiltom disse...

Passei par desejar um muito bom fim de semana com belas fotografias.

Diabba disse...

Olha, aquela roda está colada à parede ou faz parte da parede?

Tenho uma certa inveja de ti, mas a inveja é um sentimento que, a mim, só me fica bem!

beijo d'enxofre

Carminda Pinho disse...

Uiiii!!!! que arrepio!
ainda bem que não nasci nesse ano.:)))
Fotografias óptimas, como sempre.
Bom fim de semana.

Beijos

alfabeta disse...

Meu Deus!
Mas olha que ainda hoje se cometem genocídios daqueles que nem lembra ao diabo! bjs

Verônica Martinelli disse...

Eu conheço um por-do-sol lindo aqui na minha cidade!


Amo!

Beijos:)

Vício disse...

coitado do nuno gomes!

Animal Candy Sugar disse...

Eu é que não jogava a isso. xz

A Grafonola disse...

Ora aí está o nascimento do futebol...mas aqueles maias ainda precisavam de pretextos para arrancar corações?...pois...

NM disse...

Uma das fotos, é sem dúvida em Chichén Itza. Consegues-me enviar um mail a dizer onde é a outra? Coba? Tulum?

Um beijo e obrigado.