domingo, 1 de fevereiro de 2009

Casa dos Bicos


Esta notável casa, com a fachada coberta de bicos, foi construída em 1523.
Os dois andares superiores, arruinados pelo terramoto de 1755, foram restaurados na década de 80, de acordo com velhas gravuras de Lisboa.

Actualmente, o edifício é usado para exposições temporárias, mas curiosamente já serviu para a salga de peixe!

Beijinhos,
Gata Verde

57 comentários:

Conde disse...

Sinceramente nunca achei grande piada á casa dos bicos, acho muito mais interessante todo aquele largo que não me lembro do nome e que é uma pena não ter outro aproveitamente que não um cruzamento impossivel entre electricos,automoveis peões e feiras esporádicas.

Carecaloira disse...

Amiga,

esta fachada também conheço mas não me lembro de o ter alguma vez visitado por dentro.

Bom domingo
Marina

Rafeiro Perfumado disse...

Nunca pensei chegar a ver referências sexuais neste blog... Shame on you!

mjf disse...

Olá!
Lembra-me o local de referênica para encontros com amigos na altura da faculdade ;=)
;=)

Beijocas

MJ disse...

Que gira!
Nunca tinha visto assim uma casa, cheia de bicos! :)

Muito interessante mesmo!
Só tu, gata verde, para nos maravilhares com as tuas viagens.. :)

beijinhos*

Bongop disse...

Sempre gostei da fachada dessa casa! Muito original, não há mais nenhuma no mundo! também é verdade qu a primeira vez que ouvi falar dela não foi pelas melhores razões, é que 15 anos atrás foi local de encontro para skinheads...

Je Vois la Vie en Vert disse...

Fiquei com os olhos em bico...:)

BEIJINHOS VERDINHOS

animalcandysugar disse...

mais parece um sítio de tortura ou algo do género xx'
ninguém se deve encostar a essas paredes.
eu e a minha mãe andamos numa de tentar convencer o meu pai a vender a casa do alentejo mais a da quinta da lomba para podermos comprar só uma e melhor. mas é claro, o meu pai quer continuar com a do alentejo, mesmo não ligando ao facto de que já não vamos lá à dois meses e que a minha mãe não tenciona por lá os pés enquanto estiver mau tempo.
nem sei se ele faz isso por ele ou pelo zappa, mas na minha opinião era bem melhor vender as duas e comprar uma melhor. até os meus avós paternos concordam.
vá, beijinhos. tenho que ir fazer os trabalhos de casa que ando a evitar à horas. *

ps.- já ando pelo twitter c:

animalcandysugar disse...

ps2.- obrigada pelo comentário no blog dos colares!

Diabba disse...

Hummmm sabes lá tu o que se faz nessa casa quando não há exposições... pelo nome é um bordel especializado! hihihihihi

enxofre

Tozé Franco disse...

Olá Gata Verde.
Aqui está um sítio interessnte para visitar, em Lisboa. Faz-me lembrar a casa das conchas, em Salamanca.
Um abraço.

Ana disse...

Conheço só a parte de fora deste edifício, uma vez que fui a pé de Santa Apolónia para a Praça do Comércio ao Ministério e não me apeteceu ir de taxi. Nessa altura ainda não tinha a minha "petite Sony", só a comprei há cerca de ano e meio, porque registaria também a fachada que admiro muito.
As tuas fotos estão fantásticas, com uma óptima definição, soubeste aproveitar muito bem, os pormenores das janelas.
Beijinhos grandes,
Ana Paula

marta disse...

Muito interessante esta casa... bonita prespectiva da fotografia :D parabéns
bom fim de semana
Aqui:
http://marta-essence.mine.nu

Carecaloira disse...

Não te esqueças de trazer para aqui o selinho que te ofereci.

Boa semana
Beijinhos

CAP CRÉUS disse...

E há-de servir para o Sôr Saramago e para a sua fundação.
Nunca lá entrei, o que lamento.
Mas há bons restaurantes ao pé :-)
Bjos

Zabour disse...

Olha k giro...

Bjokas, miga
Boa semana

Marisa Caetano disse...

Todos os dias a vejo, quando apanho o elétrico em frente :)

Nuno de Sousa disse...

Eu areclamar contigo sobre a falta de fotos e tu a postar aqui :-) Belo que ficou e que belas fotos dessa bela casinha da nossa bela Lisboa... gostei do q vi e do texto que escreveste.
Bjs amiga e um aboa noite,
Nuno

João Reis disse...

Boas fotos. Perspectiva interesante. Gostei
Bjs
Boa semana

Teté disse...

Tem realmente uma forma curiosa, mas nunca lá entrei.

E também não sabia que já tinha servido para a salga do peixe...

Beijocas!

Osvaldo disse...

Olá "Menina";
Que belas fotos da Casa dos Bicos, nos mostras hoje.
Conheço a casa por fora e não sabia que servis como lugar de cultura. Na próxima passagem por Lisbos, se a ocasião se apresentar, farei uma visita pelo interior da mesma.
Boa semana, Gata Verde e bjs.
Osvaldo

Sandra Rocha disse...

Aqui está a famosa Casa dos Bicos e tão bem fotografada pela nossa amiga.
Beijos e uma boa semana.

O Profeta disse...

A terra adormece no nevoeiro
Tenho a pressa do vento
Um coração errante procura
A doçura de terno momento

Frágil e palpitante luz
A beleza voa com a manhã
O mar solta na terra ternos murmúrios
Perde-se na espuma toda a palavra vã


Dança comigo ao som da Lira


Boa semana


Mágico beijo

Andreia do Flautim disse...

Que casa tão estranha!

Cila disse...

Belas perspectivas!

Beijo

Viajante disse...

Esta pérola da arquitectura portuguesa já teve várias utilizações, além do abandono...também tão lusitano.

O freguês que se segue nos "bicos" será a Fundação Saramago. Que seja para o bem de todos e sobretudo do edifício, que assim talvez se salve da ruína.

Bjs

Roderick disse...

Há escritos que dizem que antes do terramoto, cada bico tinha uma pedra preciosa, tão rica era a Lisboa Setecentista, com o que vinha das antigas colónias.

Parisiense disse...

Conheço essa casa mas francamente não acho que seja nada bonita.....mas para uma aruitetura do seculo 16 acho que é arrojada.

Beijokitas

Dualidades disse...

Não significando, claro, estar a desfazer nas fotos, mas vista ao vivo é mais gira.

Atlantys disse...

Está-me a querer parecer que já viajei por estas bandas =P
Beijokas Gatinha =)***

AB disse...

Muito original, sem duvida.
Beijinho.

Marisa Caetano disse...

Vai ao meu blog tens lá um miminho especial para ti :)

paulofski disse...

Só lhe conheço a fachada e que curiosamente me faz sempre lembrar um utensílio de cozinha.

Fotos de uma bela perspectiva.

Beijinhos

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDA GATINHA, BELÍSSIMA POSTAGEM AMIGA... AINDA ONTEM ANDEI POR AQUI... UM ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, gostei das fotografias e do texto...Espectacular...
Beijos

Fernando Rodrigues disse...

Bonita sequencia de fotos acompanhadas por um excelente texto!

bjito

Fernando

LOURO disse...

Olá querida Amiga Gatinha,conheço muito bem,mas só o exterior,ainda no sábado passei por lá, mas as tuas fotos estão um espectacúlo!!!
E o texto está muito bom. Gostei!!!

Beijinhos decarinho e amizade

Lourenço

vício disse...

andares arruinados na casa dos bicos? que coisa mais estranha!
e será que conseguiram andares novos?

Capriccio disse...

Que interesante! As coisas que te lembras de fotografar!
Beijinhos :)

escarlate.due disse...

se tu soubesses a quantidade de anos que eu andei a ouvir falar da "casa dos bicos" e a imaginar o que seria uma "casa dos bicos" (e olha que a minha imaginação na altura foi mais que fértil)


beijinhossss

Guguita disse...

Esta também é chamada a casa dos galos!

Depois explico porquê!

Beijões

▒▓█► JOTA ENE ® disse...

Bonitas fotos (tb tenho algumas), sempre actualizando a minha Lisboa.

Fika bem ________ Bjs!

▒▓█► JOTA ENE ® disse...

________________________________

Gatita, tá uma msg minha na Guguita
________________________________

GK disse...

E eu só a vi de passagem... A apontar o dedo da janela de um qualquer veículo em movimento...
:)

Jorge Monteiro disse...

Olá Carla
Boa perpectiva deste belo edifício.
O interessante grafismo foi muito bem captado. Parabéns.
Beijinho

Laura disse...

Ai, ando tão distraida que pensei que havia uma casa de bicos mas dos outros, ainda bem que é só esse estafermo tão feio com bicos, xiça... Beijinhos e dias felizes, os meus estão a um passo...laura.

Sofá Amarelo disse...

A Casa dos Bicos traz-me à memória alguns dos melhores momentos da minha vida... beijokas!!!

Isis Erzsébeth Báthory disse...

Interessante...
Nunca tinha ouvido falar...

turbolenta disse...

Conheço bem e é no parque lá perto que costumo arranjar 1 lugarzito para estacionar o meu carrito quando vou à Baixa.Da última vez que por lá passei, foi na noite em que fui ver a iluminação de Natal. E em frente à Casa dos Bicos havia um pequeno aglomerado de turistas espanhóis. de máquinas apontadas para a fotografarem.
E até nem sei se já sabiam que era ali a futura Fundação do Saramago. Eu não concordo. Não gosta de POrtugal.Diz mal disto que é um vê se te avias. Não investe um cêntimo nesta terrinha e ainda exige condições especiais para a Fundação.E parece estar para breve...
boa semana

bjs

Helena de Tróia disse...

Sempre achei muito curiosa e intrigante a arquitectuira desta Casa..

Alix disse...

Também tenho fotos engraçadas desse sítio. beijinhos

Alien David Sousa disse...

Adoro a casa dos bicos.Foi a criatividade de um Arquitecto que transformou aquele edifício em algo tão singular, que desperta a nossa curiosidade e o vai continuar a fazer.

Beijinhos

JOSÉ NEVES disse...

Já passei pelo local diversas vezes e nunca me despertou para o fotografar, tu fizeste-o de maneira exemplar.

Belo olhar fotográfico, parabéns.

Helena Paixão disse...

Uma perspectiva da famosa Casa dos Bicos bem diferente do habitual com o pormenor da gaivota lá no alto – exemplo de um olhar bem apurado, ou melhor, de felino! hehehe

Bjocas

William Alexander López disse...

Buen punto de vista llevando la mirada de abajo hacia arriba, me gusta el encuadre.

Abrazos

O Repórter Alentejano disse...

Não sei quantos centos de vezes passei por esta casa, mas vê lá que gosto tanto de cidades que nem uma única foto tenho dela!
Mas lá está... O teu olhar “felino” é característico e determinado o que fez este registo fotográfico ter uma vida própria alheia ao que está à volta, transmitindo alguma inquietude graças ao enquadramento pouco ortodoxo centrado no tema que deu nome ao edifício, ao efeito da luz existente naquele momento, e ao pequeno detalhe do pombo gaivótico a descolar lá de cima como quem não quer a coisa, qual pássaro avistando uma gata perto do poleiro...
Beijinho,
O Repórter Alentejano.

P.S.: Acho que o Rafeiro tem razão... :-s

Sandra. disse...

:))

num ligues ó rafeiroso gatita, o gajinho num intende nada de piikos :))

bexuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus